Alimentos que não ajudam o cabelo a crescerNotícias de Saúde

Terça, 15 de Setembro de 2015 | 390 Visualizações

Fonte de imagem: portuguese / Imagem: Cavala

O cabelo é um dos muitos espelhos corporais da alimentação que uma pessoa tem.

Na hora de deixar crescer o cabelo, não basta apenas comprar champôs e condicionadores caros, colocar ampolas ou seguir à risca a regra dos cortes a cada três meses. É preciso ter cuidado com a alimentação.

Para quem quer que o cabelo cresça naturalmente, ou de uma forma mais acelerada, são vários os alimentos a evitar na alimentação, diz a revista Marie Claire.

peixe, por exemplo, é um dos alimentos a evitar. Mas não todos. Diz a publicação que os peixes com maior nível de mercúrio devem ser consumidos com muita moderação, não excedendo os 350 gramas por semana. A cavala e o espadarte são dois dos peixes a ter atenção.

Também o açúcar refinado é de evitar, pois não só danifica a pele como enfraquece o cabelo, não permitindo que cresça naturalmente. E a hairstylist explica: “os alimentos açucarados aumentam os níveis de insulina no sangue, o que potencializa o andrógeno, uma hormona masculina”.

Diz ainda a Marie Claire que os alimentos com baixos níveis de proteína são de evitar nestas situações, uma vez que tiram saúde ao cabelo. Pão branco, massa e outros alimentos com amido são dispensáveis.

E como tudo o que é demais é em excesso e faz mal, possuir níveis demasiado elevados de vitamina A pode danificar o cabelo, uma vez que a oleosidade natural e necessária desaparece, deixando o cabelo mais seco, quebradiço e frágil. Ter uma ideia da quantidade de vitamina A ingerida é importante, por isso, há que ter atenção ao consumo de alimentos como: ovos, agrião, cenoura, manga e papaia. Embora seja saudáveis e indispensáveis na alimentação, devem ser consumidos com moderação.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas