Alimentos 'pouco amigos' do estômagoNotícias de Saúde

Sábado, 25 de Julho de 2015 | 336 Visualizações

Fonte de imagem: Pordentrodo9dejulho

Para os mais sensíveis, é importante saber quais os alimentos que estão a causar sintomas como inchaço abdominal, indisposição, diarreia, vómitos ou até mesmo desmaio.

Determinados alimentos conseguem fazer autênticos estragos no estômago, mesmo quando não existem algum tipo de intolerância ou alergia. Diz o Huffington Post que são seis os principais culpados.

1. Alho e cebola – estes dois alimentos contêm oligo-di-monossacarídeos e polióis fermentáveis, componentes que podem dificultar a digestão em algumas pessoas e que, nesses casos, causam inchaço, gases e cólicas. Para quem reage mal ao alho e à cebola, aconselha-se que apenas os usem no refugado para dar apenas saber, retirando-os antes de comer.

2Gorduras saturadas – sejam gelados, carnes, batatas fritas, fast food, alimentos processados. Tudo o que é fonte de gordura saturada é altamente prejudicial ao estômago, uma vez que estimula o crescimento de um tipo de bactéria chamado bilophila wadsworthia e que, quando está em excesso, provoca irritação no cólon.

3. Adoçantes artificiais – substituem o açúcar, não têm quase calorias, mas puxam a água no trato intestinal e provocam diarreia.

4. Feijões e lentilhas – embora sejam saudáveis e boas escolhas para as refeições principais, estes alimentos podem ser um ‘veneno’ quando consumidos em excesso, pois também contêm oligo-di-monossacarídeos e polióis fermentáveis, o que pode levar a consequências que vão desde a diarreia à inflamação.

5. Queijo – não todos os tipos. Os queijos com maior nível de lactose são aqueles que mais facilmente se associam aos problemas intestinais, uma vez que na idade adulta a digestão deste tipo de alimentos e derivados é mais difícil.

6. Vinho – a fermentação de alguns vinhos deixa-os mais propensos a libertar uma bactéria para o sangue das pessoas quando são ingeridos e digeridos. As mulheres estão mais propensas a este problema, que pode causar uma inflamação geral no corpo, diz o Huffington Post.

Partilhar esta notícia
Referência

Info-Saúde Relacionados