Acupuntura eficaz para tratar a dor nas urgências hospitalaresNotícias de Saúde

Quarta, 21 de Junho de 2017 | 22 Visualizações

Fonte de imagem: Portal do Bem

Um novo estudo demonstrou que o uso da acupuntura para o tratamento da dor nas urgências hospitalares constitui uma alternativa eficaz e segura aos fármacos analgésicos.
 
Estes são os resultados do maior ensaio controlado e aleatório globalmente efetuado sobre a acupuntura no cenário das urgências hospitalares que apuraram também que a acupuntura conseguiu proporcionar alívio duradouro a pacientes com um nível considerável de dor.
 
O ensaio foi efetuado no âmbito de um estudo conduzido pela Faculdade de Ciências da Saúde e Biomédicas do Instituto Real de Tecnologia de Melbourne, Austrália, e foi conduzido em quatro urgências hospitalares na cidade de Melbourne.
 
Para o estudo, os investigadores liderados por Marc Cohen, contaram com a participação de 528 pacientes que chegaram às urgências com enxaqueca, lombalgia ou com entorse no tornozelo entre janeiro de 2010 e dezembro de 2011.
 
Os pacientes que disseram sentir dores que foram consideradas como sendo pelo menos de nível 4 numa escala de 10, receberam aleatoriamente um de entre três tipos de tratamento: farmacoterapia, farmacoterapia e acupuntura ou apenas acupuntura.
 
Uma hora após terem recebido o tratamento, menos de 40% dos pacientes dos três grupos sentiram uma redução substancial na dor, de pelo menos dois pontos. Mais de 80% continuaram a sentir um nível de dor de nível 4 ou mais.
 
48 horas mais tarde, a maioria dos pacientes disse considerar ter recebido um tratamento aceitável, com 82,8% dos pacientes do grupo que recebeu apenas a acupuntura a dizerem que provavelmente ou definitivamente repetiriam o tratamento recebido, contra 80,2% dos pacientes que receberam a combinação de tratamentos e 78,2% dos pacientes que apenas receberam farmacoterapia. 
 
“Os médicos e enfermeiros das urgências necessitam de uma variedade de opções de alívio da dor quando estão a tratar os pacientes, devido à preocupação com os opiáceos como a morfina, que acarretam o risco de vício quando são utilizados durante muito tempo”, explicou Marc Cohen.
 
“O nosso estudo demonstrou que a acupuntura é uma alternativa viável e seria especialmente benéfica nos pacientes que não podem tomar fármacos analgésicos comuns devido a outros problemas clínicos”, continuou.
 
No entanto, como os pacientes continuaram inicialmente e sentir dor, independentemente do tratamento recebido, o autor principal do estudo considera que são necessários mais estudos para desenvolver melhores tratamentos para a dor.

 

Partilhar esta notícia
Referência
Estudo publicado na revista “Medical Journal of Australia”