5 dicas simples para ser (muito) mais saudávelNotícias de Saúde

Terça, 02 de Dezembro de 2014 | 167 Visualizações

Para ter um estilo de vida mais saudável não é preciso tomar decisões demasiado dramáticas – como “ir ao ginásio todos os dias” ou dizer para sempre "adeus aos doces e às gorduras”. É mais recompensador introduzir pequenas mudanças, fáceis de por em prática e que, afinal, podem ter resultados muito visíveis e duradouros.

1- Beber mais água.

Seja água com umas gotas de limão, água com rodelas de pepino, ou água simples da torneira sem qualquer adorno: o H20 é fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo. A fome e o cansaço, por exemplo, muitas vezes são apenas reflexo de um corpo desidratado.

2 - Aprender a respirar. 

Uma respiração profunda oxigena o cérebro, diminui o batimento cardíaco e a reduz pressão arterial.Comece o dia com breves exercícios de respiração e utilize estas técnicas sempre que o stress tentar atacar. Talvez não possa evitar aquilo que o deixa ansioso, mas a forma como respira é uma coisa só sua, que pode controlar a qualquer hora. AQUI ficam três exercícios de respiração recomendados pelo guru da saúde e do bem-estar, o Dr. Weil.

3 - Andar mais a pé.

Andar a pé é um exercício aclamado entre todos os especialistas – desde médicos a nutricionistas. Caminhar ajuda a perder calorias e mantém o nosso sistema cardiovascular mais saudável. Por fim, esta prática é também reconhecida por ajudar a combater estados depressivo. Já estacionou o carro? Força, andar não custa nada: basta por um pé à frente do outro.

4 - Ler mais.

Os benefícios de uma boa leitura (não estamos a falar dos ‘posts’ de amigos nas redes sociais mas sim de bons livros ou jornais e revistas de referência) são inúmeros. Além de adquirir novos conhecimentos (o que é sempre uma satisfação), a ciência já provou, por exemplo, que ler melhora a memória, combate doenças como o Alzheimer e reduz o stress (ler é quase um momento de meditação em que esquecemos os nossos problemas).

5 - Comer comida saudável feita em casa. 

Evite a comida pré cozinhada, 'junk food' e até mesmo refeições diárias em restaurantes. Comer fora deve ser uma exceção reservada a momentos especiais (como um jantar romântico ou celebrações). Cozinhar em casa permite optar por ingredientes mais frescos e saudáveis – abuse dos vegetais verdes, do feijão, dos peixes e outros alimentos com Omega 3. Além disso, cozinhar em casa permite poupanças significativas no orçamento familiar e proporciona momentos de descontração.

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas