Tendinite da manga dos rotadoresOssos, Articulações e Músculos

Atualizado em: Segunda, 18 de Maio de 2015 | 232 Visualizações

Fonte de imagem: AP/Sang Tan

A tendinite da manga dos rotadores (ombro do nadador, ombro do tenista, ombro do lançador de basebol, síndroma do ombro do boxeur) é uma rotura e inchaço da manga dos rotadores (músculos e tendões que sustentam a parte superior do braço ligada à articulação do ombro). Os músculos rotadores lesionam-se, muitas vezes, nos desportos que exigem que o braço se mova por cima da cabeça repetidamente, como lançar a bola no basebol, levantar pesos acima do ombro, servir nos desportos de raqueta e nadar em estilo livre, mariposa ou de costas. Mover repetidamente o braço por cima da cabeça faz com que a extremidade do osso do braço roce contra uma parte da articulação do ombro e dos seus tendões, dilacerando algumas fibras. Caso se prossiga o movimento, apesar da dor, o tendão pode rasgar-se totalmente ou mesmo arrancar parte do osso.  

A dor no ombro é o principal sintoma. Inicialmente, a dor só se manifesta durante as actividades que exigem levantar o braço acima da cabeça e levá-lo para trás energicamente. Mais tarde, a dor pode manifestar-se inclusive quando o braço se move para a frente para apertar a mão. Em geral, empurrar objectos é doloroso, mas não aproximá-los do corpo.  

O diagnóstico estabelece-se quando determinados movimentos, especialmente levantar o braço por cima do ombro, causam dor e inflamação. Por vezes, as artrografias (radiografias que se fazem depois de se injectar uma substância visível aos raios X dentro da articulação) podem detectar a laceração completa do tendão, mas quase nunca são suficientemente sensíveis para detectar as lacerações parciais.  

O tratamento consiste em deixar descansar os tendões lesionados e fortalecer o ombro. Deverão ser evitados os exercícios que exijam empurrar algo para fora ou levantar os cotovelos acima do ombro. Contudo, remar de pé sem resistência (dobrando, não erguendo os cotovelos) e empurrar para baixo numa máquina de pesos que exercita o músculo grande dorsal (latissimus) e os ombros, são exercícios que se podem realizar se não provocarem dor. A cirurgia é por vezes necessária quando a lesão é particularmente grave, o tendão está completamente dilacerado, ou a lesão não se cura no período de um ano.        

Banco de pesos

Deitar-se de barriga para baixo. Usar um banco especial ou pedir a um observador que ajude a levantar o peso quando terminar o exercício. Agarrar a barra com os polegares colocados virados um para o outro. Levantar e descer lentamente o peso desde o peito. Fazer 3 séries de 10 repetições, interrompendo imediatamente se sentir dor. À medida que os ombros se robustecem, aumentar também o peso. Atenção: este exercício deve ser iniciado com um peso muito leve porque se forçam os músculos lesados.

Para o cotovelo do tenista devido à pancada de esquerda

1.Sentar-se numa cadeira junto a uma mesa. Colocar o antebraço lesado sobre a mesa, com o cotovelo fixo, o pulso e a mão (com a palma para baixo) pendurados do bordo da mesa. Agarrar num peso de 500g com a mão. Subir e descer a mão lentamente, dobrando e endireitando o pulso. Repetir 10 vezes. Descansar 1 minuto, depois fazer 2 séries adicionais de 10 movimentos. Se o exercício causar dor, interromper imediatamente e fazê-lo de novo no dia seguinte. Fazer este exercício em dias alternados. Aumentar o peso à medida que o exercício se torna mais fácil.

2.Com a palma da mão para cima, agarrar num pedaço de madeira do diâmetro de um cabo de escova com um peso de 500 g atado ao mesmo com uma corda. Levantar o peso. Repetir 10 vezes. Interromper caso sinta dor. Fazer este exercício em dias alternados. Aumentar gradualmente o peso, mas não o número de repetições.

Para o cotovelo do tenista devido à pancada de direita

1.Sentar-se numa cadeira junto a uma mesa. Colocar o antebraço lesado sobre a mesa, com a palma da mão para cima, o pulso e a mão pendurados do bordo da mesa. Agarrar um peso de 500 g com a mão. Subir e descer a mão lentamente, dobrando e endireitando o pulso. Repetir 10 vezes. Descansar 1 minuto, depois fazer 2 séries adicionais de 10 movimentos. Se o exercício causar dor, interromper imediatamente e fazê-lo de novo no dia seguinte. Aumentar o peso à medida que o exercício se torna mais fácil.

2.Com a palma da mão para cima, agarrar um pedaço de madeira do diâmetro de um cabo de escova com um peso de 500 g atado ao mesmo com uma corda. Levantar o peso. Repetir 20 vezes. Interromper se o exercício causar dor. Aumentar gradualmente o peso, mas não o número de repetições.

3.Várias vezes por dia, apertar suavemente uma bola de esponja, depois relaxar a mão.

Partilhar este artigo
Referência