Taquipneia transitóriaSaúde na Infância - Criança & Bebé

Atualizado em: Segunda, 18 de Maio de 2015 | 370 Visualizações

A taquipneia transitória (respiração rápida transitória, síndroma neonatal do pulmão húmido) é uma situação transitória de distress respiratório e baixos valores de oxigénio no sangue, que não é tão grave como a síndroma de distress respiratório.

Em geral, o líquido dos pulmões do feto absorve-se rapidamente depois do nascimento. A taquipneia transitória deriva de uma absorção tardia do mesmo. As crianças com taquipneia transitória nascem no termo ou quase e geralmente por cesariana.

Pouco depois do parto, o bebé começa a respirar rapidamente, emite grunhidos e contrai a parede torácica ao inalar.

A pele da criança pode tornar-se azulada (cianótica) por falta de oxigénio no sangue.

Na radiografia do tórax observa-se líquido nos pulmões.  

O oxigénio costuma ser o único tratamento necessário, embora algumas crianças possam requerer pressão respiratória positiva contínua (respiração contra uma pressão que provém de uns tubos introduzidos nos orifícios nasais) ou a assistência de um respirador artificial.

A maioria das crianças recupera completamente num prazo de 1 a 3 dias quando o líquido pulmonar foi absorvido.    

Partilhar este artigo
Referência

Notícias Relacionadas