Lesão dos músculos do escavado poplíteoOssos, Articulações e Músculos

Atualizado em: Segunda, 18 de Maio de 2015 | 3067 Visualizações

Uma lesão dos músculos do escavado poplíteo (entorse do músculo femoral posterior, rotura do tendão dos músculos do escavado poplíteo) é qualquer lesão dos músculos da parte posterior da coxa.  

Os músculos da zona poplítea, que endireitam os quadris e dobram o joelho, são mais fracos que os quadricípetes opostos (músculos anteriores da coxa). Se os músculos do escavado poplíteo não tiverem pelo menos 60 % da força dos quadricípetes, estes sobrepõem-se àqueles e lesionam-nos. Uma lesão dos músculos da zona poplítea causa, em geral, uma dor repentina na face posterior da coxa, quando os músculos se contraem brusca e violentamente.  

O tratamento imediato consiste em repouso, gelo, compressão e elevação da perna. Enquanto os músculos se estão a curar, não é recomendável correr nem saltar, mas pode-se correr sobre uma passadeira mecânica, remar, ou nadar, a menos que estas actividades causem dor. Logo que os músculos comecem a curar-se, os exercícios para os fortalecer podem ajudar a evitar uma recidiva.

Joelho do corredor : Em geral, quando corremos, a rótula move-se suavemente para cima ou para baixo sem tocar no osso da coxa (fémur). Se os pés rodam para dentro de forma excessiva (pronação), a parte inferior da perna torce-se para dentro, levando a rótula para dentro, enquanto os músculos quadricípetes a empurram para fora. Estas forças opostas fazem com que a parte posterior da rótula roce contra a extremidade do osso da coxa, causando dor.  

Partilhar este artigo
Referência