Diarreia do ViajanteSaúde do Viajante

Atualizado em: Segunda, 18 de Maio de 2015 | 207 Visualizações

diarreia é uma das doenças mais comuns dos viajantes, afectando mais de 60% dos viajantes em todo o mundo. A doença não é geralmente grave ou coloca em risco a saúde, mas os sintomas podem ser desconfortáveis e desagradáveis e causar desidratação. Não duram por muito tempo, com a maioria dos casos a durarem menos de cinco dias. As causas da doença são primeiramente bacterianas, após a maioria das pessoas beber água contaminada.

Se planeia viajar para o estrangeiro, deve preparar-se contra a doença e consultar informações sobre a melhor forma de prevenir esta condição.

A grande maioria dos viajantes com diarreia sofre de episódios desta doença durante a primeira quinzena no estrangeiro. Os sintomas típicos incluem fezes moles, cãibras, febre, dor abdominal, inchaço, depressão, náusea e vómitos.

Apesar de estes sintomas serem desagradáveis, a doença não dura mais do que três a cinco dias. Os antibióticos para a diarreia do viajante ajudam a aliviar os sintomas e a reduzir a sua duração. É extremamente raro a diarreia durar mais de um mês e se ocorrer, a causa não é bacteriana.

Como não é possível a vacinação contra a diarreia do viajante, existem alguns passos que pode dar para reduzir o risco, antes de viajar e durante as suas férias. Pode considerar tomar suplementos pro-bióticos antes da sua viagem, que ajudarão a sua flora intestinal a adaptar-se às alterações bacterianas quando come comida diferente. Também estão disponíveis antibióticos preventivos para a diarreia.

Como em muitos casos a diarreia do viajante ocorre devido à ingestão de água contaminada, aconselha-se que tenha atenção à água que consome no país estrangeiro, especialmente em países de alto risco para esta doença. Se não tem a certeza da qualidade da água, não a beba. Deve também ter atenção aos cubos de gelo, às frutas e às saladas. Para evitar beber água contaminada, aconselha-se que só beba água selada adequadamente.

Não consuma alimentos não preparados ou não cozinhados adequadamente. Lembre-se de lavar as suas mãos antes de comer e após a ida à casa-de-banho.

Apesar de a diarreia do viajante ser um risco em vários destinos, alguns países têm um risco maior. Isto deve-se principalmente à higiene pobre e aos serviços de saneamento. Tem um risco maior de experienciar diarreia na Ásia, Médio Oriente, México, África e América Central e do Sul.

O tratamento da diarreia será eficaz em qualquer um destes destinos.

Partilhar este artigo
Referência