Vírus pode curar surdezNotícias de Saúde

Sexta, 10 de Julho de 2015 | 90 Visualizações

Fonte de imagem: Infovaticana

Os problemas no ADN do bebé estão por trás de cerca de metade dos casos de perda de audição nos primeiros anos de vida.

Um estudo, realizado em ratos, publicado no Science Translational Medicine sugere que um vírus pode corrigir falhas genéticas e restaurar a audição. Os especialistas dizem que esta descoberta pode dar origem a tratamentos dentro de uma década.

A equipa de investigadores norte-americanos de suíços desenvolveu um vírus geneticamente modificado que consegue infetar as células do cabelo e corrigir um erro nos genes que faz com que os pelos das orelhas que não conseguem transformar o som em sinais elétricos que são interpretados pelo cérebro e que fazem com que sejamos capazes de ouvir.

Um dos investigadores do Boston Children's Hospital, Dr. Jeffrey Holt, disse à BBC que a equipa estava “muito entusiasmada” com esta descoberta mas que estão “cautelosamente otimistas” porque não querem “dar falsas esperanças”.

Ainda assim destaca que é uma descoberta importante que pode ser usada para tratar deficiências auditivas, uma vez que este vírus conseguiu reparar uma mutação no gene TMC1, que está por de trás de cerca de 6% das deficiências auditivas hereditárias. 

Partilhar esta notícia
Referência

Notícias Relacionadas