Quantos cafés por dia são de mais?Notícias de Saúde

Quinta, 02 de Fevereiro de 2017 | 40 Visualizações

Fonte de imagem: The Independent

Há quem beba um e diga que chega, há quem precise de dois ou três e há ainda quem goste de chegar aos cinco. Mas quantos cafés são a mais?

O café faz bem. É um estimulante natural e com propriedades que beneficiam a saúde e o bem-estar nas mais variadas formas. Mas, como acontece com qualquer outro alimento, o café apenas faz bem quando é consumido com moderação.

Mas, quantos cafés por dia são realmente a cafés a mais? A resposta depende. Como explica a GQ, se falarmos no risco de morte, seria necessário consumir algo como cinco mil miligramas de cafeína, um número muito difícil de obter tendo em conta que cada café tem, em média, entre 40 a 200 miligramas de cafeína, quantidade que depende, claro, do tipo de grão usado e do tamanho da chávena. Uma simples bica pode ter entre 80 a 100 miligramas de cafeína.

Mas, se falarmos do risco para a saúde e para o bem-estar, a resposta é outra. Diz o site Authority Nutrition que até 400 miligramas por dia é seguro para os adultos, contudo, há que ter sempre em conta outros fatores que possam interferir com o efeito da cafeína ou que possam ser afetados pela ingestão da mesma, como a pressão arterial, a diabetes, a obesidade, etc. Além disso, existem outros alimentos que contêm cafeína e que devem entrar nesta equação, como o chocolate e as bebidas energéticas, por exemplo.

Como é lógico, a quantidade máxima de cafeína depende de pessoa para pessoa, da idade e do estilo de vida, porém, a ciência é bastante clara: até cinco cafés, é seguro. Mais do que 400 miligramas pode ser demais e pode mesmo indicar dependência.

E como é que se deteta uma dependência de cafeína? Dando ouvidos ao corpo, em especial às dores de cabeça, à incapacidade em descansar, à ansiedade, à tontura, à insónia, aos tremores e aos batimentos cardíacos irregulares e acelerados.

Partilhar esta notícia
Referência
Daniela Costa Teixeira

Notícias Relacionadas