Oportunidades para enfermeiros lusos em Abu DhabiNotícias de Saúde

Segunda, 27 de Janeiro de 2014 | 278 Visualizações

A agência de recrutamento nacional Vitae Professionals acaba de anunciar a existência de vagas para enfermeiros portugueses com experiência em cuidados intensivos pediátricos num "prestigiado" hospital norte-americano localizado em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. 

De acordo com a Vitae Professionals, esta pode ser uma "excelente oportunidade para aqueles enfermeiros que tenham a possibilidade de requerer uma licença sem vencimento do seu trabalho atual e pretendam angariar um valor significativo de poupança em poucos meses (10.000 euros em três meses, no mínimo)".  

O hospital oferece contratos de três a seis meses e os enfermeiros têm garantido os voos de ida e regresso entre Portugal e os Emirados Árabes Unidos, sendo-lhes assegurado um salário mensal de 2.800£ a 3.300£ (entre 3.500 e 4.100€). 

Os profissionais recrutados irão realizar quatro turnos de 12 horas diárias por semana "com a possibilidade de turnos extra, se desejado" e beneficiarão de acomodação gratuita em apartamento partilhado reservado especificamente para enfermeiros, além de "processo de visto de trabalho e todos os procedimentos administrativos gratuitos". 

Os interessados para as vagas, que são "limitadas", deverão ter, obrigatoriamente, um bom nível de inglês e pelo menos três anos de experiência em cuidados intensivos pediátricos. Segundo a Vitae Professionals, as entrevistas irão decorrer "em breve". 

A agência de recrutamento acrescenta ainda que "pondera também auxiliar no processo de integração [dos enfermeiros] com um curso de inglês técnico, bem como cursos de integração neste novo sistema de trabalho".

Os enfermeiros que queiram tentar a sua sorte deverão enviar um e-mail para d.almeida@vitaeprofessionals.org, colocando no assunto a referência "Enfermeiros - Abu Dhabi". 

Partilhar esta notícia
Autor
Vitae Professionals / Boas Notícias
Referência
Hospital norte-americano localizado em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Notícias Relacionadas