Há uma nova esperança para quem sofre de enxaquecasNotícias de Saúde

Sexta, 15 de Abril de 2016 | 218 Visualizações

Fonte de imagem: mamaebutterfly

Uma terapia em fase final de estudos mostrou-se eficaz a combater a dor de cabeça severa. Será o primeiro remédio criado especificamente para prevenir a enxaqueca.

Hoje, em todo o mundo, pelo menos 300 milhões de pessoas sofrem de enxaqueca. A doença é incurável e traz muito sofrimento.

A Organização das Nações Unidas classificou a doença entre as cinco mais incapacitantes, ao lado de tetraplegia, depressão, psicose e demência. Mas pode haver uma boa notícia a caminho: pela primeira vez na história da medicina há uma terapia que se mostra eficaz a prevenir as dores de cabeça severas.

Estudos conduzidos por quatro empresas farmacêuticas, publicados recentemente na revista The Lancet, revelaram um promissor mecanismo de ação específico contra um alvo que desencadeia a doença.

Esta droga em fase final de investigação – estudos deverão concluir no próximo ano - é um anticorpo monoclonal, uma molécula produzida em laboratório capaz de chegar ao seu destino sem provocar efeitos secundários no organismo.

O medicamento bloqueia um composto químico cerebral, o CGRP – substância liberada pelo nervo trigémeo, estrutura que se estende por quase toda a cabeça, com efeito vasodilatador e inflamatório.

Uma questão genética faz com que o cérebro do ‘portador’ da enxaqueca seja hipersensível a estímulos como longos períodos de jejum ou de stress e, por isso, as quantidades de CGRP liberadas são mais elevadas, provocando a enxaqueca. 

Partilhar esta notícia
Referência
POR VÂNIA MARINHO

Notícias Relacionadas