7 erros (muito comuns) que prejudicam a sua saúdeNotícias de Saúde

Sexta, 25 de Setembro de 2015 | 107 Visualizações

Fonte de imagem: travesseirosantista

Prevenir, já diz o ditado, é o melhor remédio. Evite hábitos e comportamentos que podem desequilibram o seu organismo e gerar doenças ou infeções

1. Tenha cuidado com a (má) alimentação que faz. Fazer uma dieta desregrada e desequilibrada, rica em gorduras e açúcares e pobre em fruta e verduras, é desaconselhável. «Dietas muito restritivas alternadas com períodos em que se come em excesso são um erro a evitar», alerta Alexandra Fernandes, médica especialista em medicina geral e familiar.

2. Dormir pouco. «Um adulto precisa de seis a nove horas de sono por dia. O déficite crónico de sono prejudica a memória e a concentração, aumenta o risco de depressão, diminui a imunidade e aumenta o risco cardiovascular», sublinha a especialista.

3. Apanhar demasiado sol é outro erro comum. «O excesso de exposição solar acelera o envelhecimento da pele e aumenta o risco de ter cancro da pele», adverte a médica especialista em medicina geral e familiar.

4. Beber demais, sobretudo álcool, é outro dos (maus) hábitos a corrigir. «Não deverá beber mais do que uma bebida alcoólica por dia, o equivalente a 1,5 dl de vinho ou uma imperial ou mais do que três bebidas, numa só ocasião», recomenda Alexandra Fernandes.

5. Fumar é, toda a gente o sabe, nocivo para o organismo. As mulheres devem ter, por isso, cuidados acrescidos. «Particularmente se estiverem a tomar a pílula. Esta está contraindicada em mulheres fumadoras, com mais de 35 anos», salienta a médica especialista em medicina geral e familiar.

6. Ter relações sexuais sem proteção com pessoas que não sabe se sofrem de doenças de transmissão sexual é outro dos comportamentos a evitar. A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta para 250 milhões de novos casos de doenças sexualmente transmissíveis por ano, em todo o mundo. Num passado recente, os casos de gonorreia estavam a aumentar em Portugal.

7. Os portugueses andam pouco, fazem pouco exercício e só não vão de carro para a cama porque não podem. «Levar uma vida sedentária é outro dos hábitos que importa corrigir», afirma a especialista. Quem não gosta de praticar desporto, deve fazer regularmente caminhadas e usar as escadas em vez do elevador.

Partilhar esta notícia
Referência
Texto: Sofia Cardoso / SapoLifeStyle

Notícias Relacionadas